[1]
I. Bolesina e B. Gomes Teixeira, “O preço da pornografia de vingança: os danos e as indenizações reconhecidas pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul entre os anos de 2017 a 2020”, Revista da DPERS, vol. 1, nº 29, p. 71–90, jan. 2022.