A RESPONSABILIDADE DOS INFLUENCIADORES DIGITAIS POR PRODUTOS INDICADOS EM SUAS REDES SOCIAIS

Autores

Palavras-chave:

Responsabilidade social, microssistema consumerista, Influenciadores digitais, Era Digital

Resumo

A presente pesquisa possui como objetivo geral prospectar a responsabilidade reflexa dos influenciadores digitais em decorrência de danos sociais sobre produtos indicados por eles. Para tanto, o trabalho teórico foi elaborado a partir da pesquisa documental e bibliográfica essencialmente qualitativa. Nessa toada, ele será fundamentado com livros, artigos, matérias jornalísticas, casos concretos, jurisprudências e leis para realizar o escopo proposto através de uma revisão de literatura sistemática. Assim, a pergunta-problema que rege esta pesquisa é: como o ordenamento jurídico e a doutrina pátria estão tratando a responsabilidade social dos influenciadores digitais perante suas práticas comerciais e publicitárias? Nesse diapasão, esta pesquisa visa trazer mecanismos para compreensão de como ocorre a responsabilidade pelos danos sociais frutos da publicidade dos influenciadores digitais frente aos consumidores e a coletividade vulnerável, considerados como parte vulnerável nas relações de consumo, haja vista que muitas vezes, ao depositar sua confiança nesses formadores de opinião na seara virtual, acaba induzindo-os a adquirir produtos e serviços.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAUMAN, Z. Vida para o consumo: a transformação das pessoas em mercadorias. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2011.

BESSA, L. R. Fornecedor equiparado. In: MARQUES, Cláudia Lima; MIRAGEM, Bruno (Org). Doutrinas Essenciais de Direito do Consumidor. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2011. V. 1.

BRASIL, Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990. Código de Defesa do Consumidor. Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 11 set. 1990.

BRASIL. Constituição da República Federativa de 1988. Brasília: Senado Federal, 2017.

CASTELLS, M. The power of identity, the information age: Economy, Society and Culture. Oxford: Wiley-Blackwell, 2010.

COELHO, F. U. Curso de Direito Comercial: direito de empresa. 16. ed. São Paulo: Saraiva, 2012.

CONSELHO NACIONAL DE AUTORREGULAMENTAÇÃO PUBLICITÁRIA - CONAR (Brasil). Guia de publicidade por influenciadores digitais. Conar, online, 2021. Disponível em: http://conar.org.br/pdf/CONAR_Guia-de-Publicidade-Influenciadores_2021-03-11.pdf. Acesso em 27 de maio de 2023.

CONSELHO NACIONAL DE AUTORREGULAMENTAÇÃO PUBLICITÁRIA - CONAR (Brasil). Sobre o CONAR: História. Online. 2023. Disponível em: http://www.conar.org.br/. Acesso em: 27 maio 2023.

COUTO, A. F. R. O processo de decisão de divulgação de publicidade remunerada: um estudo dos influenciadores digitais no Instagram, em Portugal. 2019. Dissertação (Mestrado em Gestação Comercial) - Faculdade de Economia Universidade Porto, Portugal, 2019.

DI FELICE, M. Do público para as redes. São Caetano do Sul: Difusão, 2008.

DIAS, M. C. C.; CUNHA; W. O.; SILVA, M. F. P. Responsabilidade Civil dos Digitais Influencers quando garantem a qualidade dos produtos e/ou serviços divulgados à luz do CDC. JNT Facit Business and Technology Journal. ed. 34, v. 1, p. 392-407, 2022. Disponível em: http://revistas.faculdadefacit.edu.br. Acesso em: 27 maio 2023.

FERREIRA JÚNIOR, A. C.; SOUZA, M. V. B. A Responsabilidade Civil do Digital Influencer e a Vulnerabilidade do Consumidor. Revista de Ciências Jurídicas e Empresariais, v. 23, n. 1, p. 55–63, 2022. Disponível em: https://revistajuridicas.pgsscogna.com.br/juridicas/article/view/10073. Acesso em: 14 jun. 2023.

FOLHA DE SÃO PAULO. França aprova lei para regular ‘selva’ dos influenciadores nas redes sociais. 2023. Brasil. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2023/06/franca-aprova-lei-para-regular-selva-dos-influenciadores-nas-redes.shtml. Acesso em: 09 jun. 2023.

GOMES, E. C.; GOMES, E. F.. O papel dos Influenciadores Digitais no relacionamento entre Marcas e Millebbials na Era Pós-Digital. In: CONGRESSO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO NA REGIÃO NORDESTE, 19., 2017, Fortaleza, CE. Anais [...]. Fortaleza: Intercom, Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, jul. 2017.

GONÇALVES, C. R. Responsabilidade Civil. 14. ed. São Paulo: Saraiva, 2012.

JEZLER, P. W. Os influenciadores digitas na sociedade de consumo: uma análise acerca da responsabilidade civil perante a publicidade ilícita. 2017. Trabalho de conclusão de curso de Graduação em Direito, Faculdade de Direito - Universidade Federal da Bahia. Bahia/BA, 2017.

KARHAWI, I. Crises geradas por influenciadores digitais: propostas para prevenção e gestão de crises. In: CONGRESSO BRASILEIRO CIENTÍFICO DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL E DE RELAÇÕES PÚBLICAS, 13., 2019, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Abracorp, jun. 2019. Disponível em: https://abrapcorp.org.br/site/manager/arq/(cod2_22771)IssaafKarhawi_GT6_Abrapcorp2019.pdf. Acesso em: 15 mar. 2023.

KHOURI, P. Direito do Consumidor: Contratos, Responsabilidade Civil e Defesa do Consumidor em Juízo. São Paulo: 2021

MALANGA, E. Publicidade: uma introdução. São Paulo: Atlas, 1979.

MARTINS, M. F. Responsabilidade civil dos influenciadores digitais nas relações de consumo. Revista Conteúdo Jurídico, 2021. Disponível em: https://conteudojuridico.com.br/consulta/artigos/57127/responsabilidade-civil-dos-influenciadores-digitais-nas-relaes-de-consumo. Acesso em: 23 maio 2023.

MIRAGEM, B. Curso de direito do consumidor I. 6. ed. rev., atual. e ampl. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2016.

NUNES, R. Curso de Direito do Consumidor. São Paulo: Saraiva, 2021

SILVA, A. M; CARDENA, J. R.; GOMES, S. E. R. Influenciadores digitais: análise acerca da responsabilidade civil. In: HEWLDSON, R. M; COSTA; C. E. F. (org.). Direito contemporâneo: desafios e possibilidades. Ponta Grossa: Editora Aya, 2022. DOI: 10.47573/aya.5379.2.82.17. Disponível em: https://ayaeditora.com.br/wp-content/uploads/Livros/L167C17.pdf. Acesso em 01 de junho de 2023.

SILVEIRA, Henrique Flávio Rodrigues da. Um estudo do poder na sociedade da informação. Revista de Ciência da Informação, Brasília, v. 29 n. 03, setem/dez. 2000. DOI dx.doi.org/10.1590/S0100-19652000000300008.

SIMAS, D. C. S.; SOUZA JÚNIOR, A. M. Sociedade em rede: os influencers digitais e a publicidade oculta nas redes sociais. Revista Direito, Governança e Novas Tecnologias, Salvador/BA, v. 4, n. 1, p. 17-32, 2018.

TROIANO, J. M. A responsabilidade do digital influencer por dano social. Orientador: Prof. Roberto Eurico Schmidt Junior. 2021. 61 págs. Monografia (Graduação). Curso de Direito, Centro Universitário Curitiba, Paraná, 2021.

Downloads

Publicado

2024-01-24

Como Citar

ALVES DE ANDRADE, J. A RESPONSABILIDADE DOS INFLUENCIADORES DIGITAIS POR PRODUTOS INDICADOS EM SUAS REDES SOCIAIS. Revista da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, v. 1, n. 34, p. 162–181, 2024. Disponível em: https://revista.defensoria.rs.def.br/defensoria/article/view/624. Acesso em: 17 abr. 2024.