A criminalização da sexualidade feminina

Autores

  • Thayse Klain Carvalho

Palavras-chave:

Visita íntima, Sexualidade, Feminismo, Criminologia, Sistema Carcerário

Resumo

Neste trabalho foi realizada uma pesquisa bibliográfica, analisando a visão que a criminologia e a sociedade têm da mulher criminosa, especialmente no que diz respeito a sua sexualidade, a fim de entender como isso reflete no direito a visita íntima da mulher presa. Para este fim realizou-se um estudo da evolução da criminologia em relação à mulher e um estudo sobre a mídia. Concluiu-se que apesar das mudanças na criminologia, o preconceito sobre a criminosa ainda existe, resultando no controle sobre a sexualidade da presa, que acaba fazendo parte da “correção” por parte do sistema prisional, já que a mulher criminosa possui a sexualidade considerada incompatível com a “mulher direita”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thayse Klain Carvalho

Bacharela em Direito e especialista em Direito Penal e Processo Penal pelo Centro Universitário Ritter dos Reis.

Downloads

Publicado

2019-08-01

Como Citar

CARVALHO, T. . K. A criminalização da sexualidade feminina. Revista da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, n. 24, p. 54–71, 2019. Disponível em: https://revista.defensoria.rs.def.br/defensoria/article/view/79. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Convidados