A Defensoria Pública como Instrumento de Pacificação Social

Autores

Palavras-chave:

Solução extrajudicial, Função institucional prioritária, Conciliação, Cultura do litígio, Consensualidade, Direito Coletivo, Direito Individual, Judicialização, Educação em Direitos, Pacificação Social

Resumo

O presente texto traz um pouco do trabalho realizado pela Câmara de Conciliação Cível da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, especialmente no que se refere à intermediação das negociações de alguns dos acordos individuais firmados entre o Carrefour e os familiares de João Alberto de Freitas, morto nas dependências do hipermercado em 19 de novembro de 2020.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Lei Complementar nº 80, de 12 de janeiro de 1994. Lei Orgânica da Defensoria Pública. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 633, 13 jan. 1994.

COSTA, Domingos Barroso da. GODOY, Arion Escorsin de. Educação em Direitos e Defensoria Pública - Cidadania, Democracia e Atuação nos Processos de Transformação Política, Social e Subjetiva. Juruá, 2014.

Rosenblatt, Ana. Kirchner, Felipe. Barbosa, Rafael Vinheiro Monteiro. Cavalcanti, Ricardo Russel Brandão. Manual de Mediação Para Defensoria Pública. Brasília: CEAD/ENAM 2014. Disponível em: https://www.anadep.org.br/wtk/pagina/materia?id=21508. Acesso em agosto de 2021.

Downloads

Publicado

2021-11-18

Como Citar

SAMPAIO DE CASTRO ZACHER, A. C. A Defensoria Pública como Instrumento de Pacificação Social. Revista da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, v. 1, n. Edição especial, p. 59–71, 2021. Disponível em: https://revista.defensoria.rs.def.br/defensoria/article/view/428. Acesso em: 4 dez. 2021.